sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Continuação de "eu" .

Não sei quando me tornei assim ou se sempre fui assim. E complicado ter tudo e nada ao mesmo tempo. Sim tudo e nada. Tudo porque tenho saúde e disposição e nada porque não tenho vontade.
Sonho: sei lá, acho que no fundo eu devo ter, só não descobri ainda. Tenho medo de quando eu descobrir seja tarde de mais.
Realidade: ela vive me cercando, mas eu não à deixo entrar. Se já vivo entediada, imagina quando ela chegar, gosto de "viver fora da casinha" como dizem.
Medo: muitos, tantos que eu nem sei, a cada dia conheço e desconheço um novo.


"Se você treme de indignação perante uma injustiça cometida a qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo então somos companheiros" (Che Guevara)

Recomeço: todo dia eu acho que vai ser um dia diferente, mas começa e termina igual ao último. Eu prometo a mim mesma que será um recomeço, mas eu faço tudo errado, e não tem nenhuma mudança.
Amor: palavra forte né, eu sei o que eu acho de amor, mas não acredito mais naquele amor de filmes e novelas. Eu acho que o amor não é só um sentimento, é também um estado de espirito. Se amar acima de tudo, é fundamental, sei que todo mundo diz isso, escutei muito também, mas foi quando comecei a me amar de verdade e me aceitar como sou que comecei a amar outras pessoas. 

"Decidi viver..."

Bom deu né, de melanconia e de falar de mim. Para de falar de mim não, só de falar de mim como pessoa, mas seguir falando de sentimento e memorias, mas através de poemas, frases, músicas e imagens e muito mais.

"não vim a esse mundo para agradar ninguém, quem gosta de mim e pelo o que eu sou não pelo o que querem que eu seja"

Até a próxima !! bju*   








Nenhum comentário:

Postar um comentário